DIREÇÃO ARTÍSTICA:
REGINA GALDINO

Diretora teatral e atriz formada EAD/ECA/USP. Dirigiu Intimidade Indecente, com Irene Ravache e Marcos Caruso; As Pontes de Madison, com Denise Del Vecchio e Marcos Caruso; As Turca, com Cláudia Melo, Juçara Morais e Andréa Bassitt. Dirigiu e adaptou o premiado Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, com Cassio Scapin. Para o público infantil, trabalhou com música erudita, dirigiu: Operilda na Orquestra Amazônica, direção musical de Miguel Briamonte, que recebeu Prêmio APCA de melhor musical infantil; A Flauta Mágica, o Maestro e a Feiticeira e Operilda na Ciranda de Villa-Lobos, os dois últimos regidos pelo Maestro João Maurício Galindo. É uma das criadoras da série Aprendiz de Maestro, Dirigiu Amídalas, Prêmio APCA de Melhor Infantil; O Vôo II A Grande Corrida das Máquinas Voadoras, Prêmio APCA de Melhor Espetáculo Infantil de Bonecos e realizou O Vôo Teatro de Brinquedo, Prêmio estímulo Coca-Cola, Melhor Iluminação do Prêmio Coca-Cola e APCA de Melhor Cenário.

DIREÇÃO MUSICAL E TRILHA SONORA ORIGINAL:
FERNANDA MAIA

Formada em Piano pelo Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos – Bacharel em Música pela UFPb. Prêmio Estímulo para Jovens Instrumentistas em 1985, além de ser a vencedora também nas categorias Melhor Intérprete de Música Brasileira e Melhor Intérprete de Bach. Melhor atriz no Festival Nacional de Teatro Isnard de Azevedo, em Florianópolis, em 1998 e no Festival da Cidade do Rio de Janeiro, em 2002. Vencedora do Prêmio Shell de Teatro na categoria Músicaem 2011 por Lamartine Babo, e em 2013 foi vencedora pela direção musical de L Illustre Molière. Indicada ao Prêmio Shell de Teatro pelas trilhas de R&J e As Troianas Vozes da Guerra.Indicada por duas vezes ao Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro. Seu espetáculo infantil Canção de amor em Rosa recebeu 8 indicações para o Prêmio Coca-Cola de Teatro Jovem.Recentemente foi agraciada com Prêmio APCA e FEMSA pelo musical infantil “Menino Lua”.

CENÓGRAFO:
LUIS ROSSI

PRÊMIOS GANHOS: Festival de Cinema de Brasília (1989 – A Flor do Desejo e 1995 – Perfume de Gardênia – ambos por melhor cenário). PREMIO SHELL / MAMBEMBE 1990 “O CONCÍLIO DO AMOR” – melhor figurino. FESTIVAL DE CINEMA DE RECIFE 1999 “A HORA MÁGICA” – direção de arte. FESTIVAL DE CINEMA DE SÃO VICENTE 1999 “A HORA MÁGICA” – direção de arte.Trabalhou na T.V Cultura (1978 à 1980 – Assistente de Cenografia) e na T.V Bandeirantes (1980 à 1982 – cenógrafo). Foi carnavalesco da Escola de Samba Vai-Vai de 1990 à 1995. Realiza trabalhos cinematográficos como Diretor de Arte / Cenógrafo (Flor do Desejo, Perfume de Gardênia, a Dama do Cine Shangai, A Hora Mágica, Dois Córregos, Memórias Póstumas de Brás Cubas e outros).

FIGURINISTA:

ROSANGELA RIBEIRO

Trabalhou durante sete anos como figurinista e cenógrafa do diretor Antunes Filho. Ganhou Prêmio Contigo de melhor figurino com o espetáculo Policarpo Quaresma, que também lhe rendeu indicações na mesma categoria pelos Prêmios Shell e APCA. O espetáculo A Pedra do Reino, no qual foi assistente de figurino ganhou Prêmio Shell de melhor figurino. Recebeu indicações de melhor figurino dos Prêmios Shell e Contigo com os espetáculos Senhora dos Afogados e A Falecida Vapt-Vupt.

ILUMINADOR:
FRAN BARROS

Vencedor do Prêmio Shell deMelhor Iluminação por “Vestido de Noiva”. Desginer de luz de peças dirigidas por João Falcão, Zé Henrique de Paula e outros. É responsável pela Montagem de Luz do SP Fashion Week e Rio Fashion desde 2007.

MÚSICOS:

Eduardo Albertino (piano)

Marco Rochael (clarinete).

PRODUÇÃO:

BANFFY PRODUÇÕES ARTÍSTICAS